A REDENÇÃO!

Izabel Mussi Aconchego, Agradecer, Alegria, Atualidade Leave a Comment

O poema ”Natal… Na província neva” escrito por Fernando Pessoa, foi publicado em 1928. É um poema em que o autor descreve a própria visão sobre o Natal, pois foi publicado em dezembro do mesmo ano.

Ouço esse poema desde que me conheço por gente e sempre o considerei bastante melancólico, porque a impressão que dá, ao lê-lo e relê-lo, é de uma pessoa completamente só em uma noite de Natal, observando através de uma janela as felizes famílias compartilhando a alegria natalina.

Devemos levar em consideração que, mesmo o autor num momento solitário dá à família, que talvez não tenha tido, o Real Valor.

Na atualidade muitas pessoas passam a Data em solitude e isso não significa estar triste ou melancólico, porém, se temos família é uma data muito especial para aproveitá-la.

Mesmo que o poema cause uma triste impressão, percebe-se que era a realidade e a visão dele(o autor) porque talvez nunca tenha convivido em família.

A beleza do poema está no fato de que o complexo autor se Redimiu diante de algo muito precioso, a FAMÍLIA…

“Natal… Na província neva.
Nos lares aconchegados,
Um sentimento conserva
Os sentimentos passados.

Coração oposto ao mundo,
Como a família é verdade!
Meu pensamento é profundo,
Estou só e sonho saudade.

E como é branca de graça
A paisagem que não sei,
Vista de trás da vidraça
Do lar que nunca terei.“

PERCEBER O REAL VALOR DAS COISAS É  A VERDADEIRA REDENÇÃO!

Com carinho,

Adorável Sedutora.

Compartilhe!